Betão manifesta contra a demissão dos vigilantes; “sou professor e sei a importância que o vigilante tem para a escola”

    “Sou professor e sei a importância que o vigilante tem para a escola”, alertou Betão hoje em Plenário, apoiando a causa dos vigilantes, que na tarde de hoje protestam contra a decisão do governador Zema de dispensá-los.

    De acordo com a nota divulgada pelo governador na semana passada, a dispensa de cerca de 600 trabalhadores da empresa TBI Segurança, que atende Belo Horizonte e Região Metropolitana, se dá “diante da grave crise financeira que o Governo de Minas Gerais enfrenta” destaca o texto. Ainda conforme a nota, a “Secretaria de Estado de Educação informa que está se esforçando para dar continuidade aos serviços contratados para atuar em escolas estaduais”, afirma.

    De acordo com os servidores que ocuparam as galerias do Plenário e também a entrada da Assembleia, o protesto é para chamar atenção do Legislativo para o anúncio dos cortes, que já entraria em vigor no último dia 16 de março. O receio é que em breve, a medida também passe a valer nas escolas de outras localidades.

    Vigilante há quase três décadas, Carlos Eduardo da Paixão conta que a decisão do governador pegou os trabalhadores de surpresa. “O governo fala de cortes, mas não apresentou nenhum estudo orçamentário que justifique a medida. A decisão além de irracional, irá causar desemprego de centenas de pessoas e também o aumento da violência e depredação nas escolas estaduais”, avaliou.

    Em seu discurso, Betão manifestou apoio à categoria e ainda disse “me dirijo aos vigilantes para que além da defesa dos seus empregos, eles também se mobilizem contra a Reforma da Previdência”, concluiu lembrando que no próximo dia 22 de março haverá uma mobilização nacional contra o texto apresentado pelo presidente Bolsonaro.

    Compartilhar no facebook
    Facebook
    Compartilhar no twitter
    Twitter
    Compartilhar no whatsapp
    WhatsApp

    Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Fechar Menu