Hospital Universitário pede apoio de Betão no processo de habilitação para prestar serviço de oncologia

Betão acompanhou a diretoria do HU para reforçar a necessidade de conseguir a habilitação para que o hospital, para que ele receba corretamente pela prestação dos serviços

A habilitação do Hospital Universitário de Juiz de Fora (HU) para que ele seja credenciado para realizar procedimentos oncológicos foi o tema da reunião acompanhada por Betão, a diretoria do HU e o secretário de Estado de Saúde Carlos Eduardo Amaral.

O Hospital, que realiza por ano cerca de 450 cirurgias oncológicas e outros procedimentos na área, presta atendimento pelo Sistema Único de Saúde. O problema é que, por não ser habilitado, o HU não recebe do Ministério da Saúde os valores relativos aos procedimentos de alta complexidade em oncologia que realiza. Na prática, ele efetua procedimentos de média complexidade em pacientes oncológicos e, pelo fato dos valores serem insuficientes, eles não cobrem os custos dos procedimentos oncológicos realizados, gerando prejuízo financeiro para o Hospital.

A solicitação para o credenciamento não é de hoje. Em novembro de 2016, a diretoria do HU apresentou um documento junto à Prefeitura de Juiz de Fora e à Secretaria Municipal de Saúde, manifestando a “intenção de credenciamento em Unidade de Alta Complexidade Oncológica (UNACON), com serviços de hematologia”, conforme consta no documento apresentado. Ainda de acordo com a solicitação, o Hospital disse “conhecer a portaria do Ministério da Saúde que regulamenta a prestação de serviços oncológicos nos estabelecimentos e nos comprometemos a respeitar as condições estipuladas.

Para Betão, que acompanhou de perto o pedido da diretoria, a demanda é muito importante. “Sei da importância que o HU tem para Juiz de Fora e região, por isso, destinei uma emenda no valor de R$ 300 mil para auxiliar na prestação de serviços do Hospital”, afirma Betão. Os recursos serão aplicados no custeio do programa de transplante de medula óssea além de viabilizar o início das atividades de transplante renal na instituição.

O Chefe da Divisão de Gestão do Cuidado do HU, Erich Vidal Carvalho relatou diretamente ao secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva a importância do credenciamento do Hospital para o atendimento oncológico de Juiz de Fora e região. “O HU é um dos principais prestadores em oncologia em Juiz de Fora, no entanto, por não ser habilitado não fatura os procedimentos oncológicos realizados. Logo, a falta de recursos para cobrir os custos com os procedimentos poderá gerar a interrupção dos atendimentos no hospital e, consequentemente, a desassistência aos pacientes”, explicou.


Também compareceram ao encontro os integrantes da diretoria do HU, Sérgio Paulo Dos Santos Pinto, Gerente de Atenção a Saúde, e Marcos Paulo Rafael Nunes, Chefe Administrativo da Unidade de Cirurgia Geral.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu