Zona rural de Manhumirim ganha Ponto de coleta seletiva na comunidade de Barra do Ouro

Iniciativa socioambientais na cidade contam  com o apoio do mandato do Betão

A comunidade da Barra do Ouro, na zona rural de Manhumirim, passa a contar com um Ponto de Entrega Voluntária  (PEV) para recebimento de resíduos recicláveis da comunidade. O mandado do Betão, apoiador da causa, marcou presença no evento de inauguração, por meio da música e da mística do companheiro Sebastião Farinhada.  O local, que funcionará na Associação dos Moradores da Barra do Ouro, é iniciativa da cooperativa Aguapé, por meio de parcerias com entidades internacionais e nacionais como a EMATER.

"O Ponto é um diferencial para que as pessoas mudem seu olhar sobre o que é lixo e o que é reciclável. Estive em Uberlândia na Associação de Recicladores e Catadores Autônomos e também conheço o trabalho das associações de catadores da Zona da Mata, e ambas valorizam esse conceito do que é lixo e o que pode ser reaproveitado, reforçando a consciência ambiental", disse Betão lembrando que um dos pontos defendidos por ele na reforma administrativa apresentada por Zema foi a manutenção do Centro Mineiro de Referência em Resíduos.

A inauguração foi animada e, além da música, o evento contou também com a palestra de José Weber, voluntário da Cooperativa Aguapé. O palestrante falou sobre a importância da coleta seletiva e do trabalho que realiza há 12 anos em Manhumirim, no empreendimento de economia solidária, formada por catadores de material reciclado.

O voluntário José Weber acompanha o trabalho da organização de trabalhadores do antes chamado “lixão”. Ele lembra que devido ao apoio de voluntários em gestão, os catadores conseguiram se organizar e fizeram um contrato com a prefeitura no ano de 2007 para a formação da Usina de Triagem e Compostagem de Lixo.

“Hoje esses moradores estão fazendo história com 12 anos de implantação da coleta seletiva em Manhumirim, com uma cooperativa formada por moradores e com a geração de renda e mais cidadania para os trabalhadores do setor”.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu