Encontro Municipal do PT realiza debate em Juiz de Fora

O deputado Betão esteve junto com a militância analisando a conjuntura atual na América Latina e discutindo os impactos das propostas políticas contra os trabalhadores dos governos Zema e Bolsonaro, ao lado da deputada Margarida Salomão

“A classe operária está se movimentando e indo pras ruas contra a retirada de direitos dos trabalhadores e trabalhadoras e isso vem aumentando na América Latina”, lembrou o deputado estadual Betão durante debate em Juiz de Fora, convocando a militância dos Partido dos Trabalhadores do município para a resistência contra o governo Zema e o Bolsonaro.  Ele esteve na noite desta sexta-feira (06) para debater no Encontro Municipal do PT JF sobre a situação política dos países latino-americanos e do Brasil, ao lado da deputada federal Margarida Salomão, na Câmara Municipal de Juiz de Fora.

Betão mostrou que a proposta de solução do governo Zema para crise de Minas Gerais é um projeto de reajuste fiscal, que engloba isenções fiscais para empresas, privatizações das estatais, congelamento de salário e da progressão de servidores.  “A Assembleia disse não à esse projeto e nós deixamos claro que não vamos nos comprometer em propostas que ataquem e sacrifiquem ainda mais os trabalhadores.
Por isso é importante contar com o apoio da militância para lutarmos nas ruas e em todos os espaços contra qualquer tipo de proposta que sacrifique ainda mais a vida do trabalhador mineiro”, disse ele lembrando que se aprovado o projeto de Zema vai chegar aos também aos municípios.

Ao falar das privatizações de estatais como Cemig, Codemig e Copasa, Betão lembrou da importância de lutar pela reestatização da Vale, que após ser vendida no final da década de 90, acumula o rompimento das barragens em Brumadinho e Mariana, acidentes com mais de 300 vítimas.  Na ocasião a deputada Margarida Salomão chamou atenção também sobre as privatizações em curso no Estado e no Brasil, e reiterou a fala de Betão sobre a importância da reestatização da Vale lembrando que outros países já estão mudando de ideia e revertendo a privatização de empresas.

O presidente do PT, Juanito Vieira, convocou a militância, junto com os vereadores presentes, a se engajar no ano que vem na campanha municipal, durante a abertura do evento que teve como objetivo organizar a luta pelo protagonismo do PT na resistência contra a retirada de direitos, servindo como ponto de apoio para organização política dos movimentos populares, pela soberania nacional e pelo fim do desgoverno Bolsonaro.

“O PT deve ser protagonista nas eleições municipais de 2020, lançando candidaturas próprias a prefeito e uma chapa sólida de vereadores, com companheiros e companheiras com histórico de luta em defesa dos direitos da classe trabalhadora”, disse Juanito

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu