Iniciativa da Escola Municipal Santa Cândida desperta o prazer da leitura nos alunos

Sacola Literária, Caixa de Leitura e Feira Literária são algumas das atividades desenvolvidas com alunos de 4 a 14 anos. Alunos do 6º ano chegam a ler 20 títulos em apenas um ano.

Imagine uma escola que destina atividades específicas para cada idade e eventos voltados à literatura? A Escola Municipal Santa Cândida, no bairro de mesmo nome em Juiz de Fora resolveu tornar o ato de ler um prazer para os estudantes de 4 a 14 anos. Eles aprendem desde cedo em contação de histórias e incentivam a família, levando livros para casa na Sacola Literária. Quando chegam no ensino fundamental tem um horário diário dedicado aos leitura. Tudo trabalhado de forma transversal com um tema que norteia todas as disciplinas.  

Tudo isso é para que os estudantes melhorem a compreensão e interpretação de texto, a relação entre as múltiplas informações recebidas e também a fazer deduções. Os benefícios da leitura são percebidos no interesse dos alunos em frequentar inclusive a Biblioteca da escola: “Aqui é onde tudo acontece”, resume bem a historiadora Edmea Fonseca, que trabalha na biblioteca da Escola Santa Cândida há 26 anos.

A escola consegue livros por meio de doações e pela lei municipal Murilo Mendes, cada turma do 5º ao 9º ano do fundamental possui uma Caixa de Leitura com título destinados à faixa etária.  Um dia da semana a professora de qualquer área é orientada a acompanhar a leitura oral do volume com os alunos. 

A iniciativa despertou nos jovens do 6º ano a paixão pela literatura, cuja caixa possui 20 títulos ao ano. Ludmila Barbosa, 12, e Júlia Maciel, 11, gostam de ler e também são incentivadas por suas respectivas mães. “Minha mãe tem muitos livros em casa. O sonho dela acho que é ter uma biblioteca em casa”, disse Júlia, que gostou de ler em sala um dos cinco volumes da série infanto-juvenil “Percy Jackson e os Olimpianos”, do norte-americano Rick Riordan.  

“O projeto me ensina a impulsionar a leitura e a perder a vergonha.  Eu curto ler desde os quadrinhos da Turma da Mônica Jovem na biblioteca até o livro Crepúsculo”, disse  Ludmilla Barbosa que está escrevendo, junto com sua irmã, o segundo capítulo do livro sobre a história de vida delas.

Segundo Edmea diversas atividades englobam o projeto, seja a Caixa de Leitura destinada ao segundo ciclo do fundamental, seja a Sacola Literária da educação infantil. Edmea, que fez pós-graduação em literatura, divide a coordenação do Projeto de Leitura com Solange Lopes, que trabalha na biblioteca e há 10 anos na escola .

“São mais de 10 títulos destinados ao 6º e 7º ano todos eles escolhidos em função do tema que norteará todas as disciplinas ao longo do ano.  O tema escolhido este ano na reunião pedagógica foi Mitologia, que foi trabalhado em todos os eventos na escola, desde ações como a Feira Literária e o Literatudo, até as apresentações da festa junina”, disse Solange.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.