Fortes chuvas voltam a provocar estragos na Zona da Mata

Santos Dumont - Foto: Prefeitura de Santos Dumont

Alarmante a situação das mais de 20 cidades da Zona da Mata mineira, mais uma vez castigadas pelas fortes chuvas ocorridas nas últimas horas. É com muita tristeza e preocupação que tenho recebido relatos dos companheiros e das companheiras da região com fotos, vídeos e depoimentos que mostram os impactos e destruição causados pelo volume de águas.

Cidades como Santos Dumont, alagada e com a interrupção momentânea da estrada que liga à cidade ao distrito de Conceição do Formoso. No distrito de Piau e na cidade de Tocantins, os moradores estão ilhados à espera de ajuda e a prefeitura suspendeu até as aulas devido a problemas de fornecimento de água.

Guiricema (foto: Corpo de Bombeiros

É desesperador pensar que o povo da região vive uma situação como a de Aracitaba, município com dois mil habitantes, a 100 quilômetros de Juiz de Fora, ilhado por conta de uma cratera que se abriu na pista na parte da AMG-0520, que dá acesso para Oliveira Fortes. O mesmo acontece em Barbacena e Muriaé.

Cataguases: Foto Redes Sociais

Tomei conhecimento também de que a situação é grave em Rio Pomba e Rio Formoso, e que em Cataguases, cidade para a qual tenho ido com uma grande frequência, os moradores foram orientados a deixarem suas casas e as aulas foram canceladas. Lá houve deslizamentos de barrancos, queda de muro, desabamento de casa e os dois rios que cortam a cidade, Pomba e Meia Pataca, continuam subindo.

Na região há ainda um caso alarmante que é o enchimento da Barragem de Ervália, que preocupa os moradores de Guiricema, próxima à Ubá. A cidade do polo moveleiro, que já nos recebeu para uma audiência pública também pode ser fortemente afetada pela barragem e pelas enchentes.

Limeira e Manhumirim também estão alagadas, e os trechos da estrada que ligam Carangola à Muriaé estão prejudicados. Orientação para os moradores é evitar tráfego porque o rio está cheio e há risco de acidentes.

Em Espera Feliz, a Defesa Civil informou por meio de nota que há um grande volume de chuva nas cabeceiras no Alto Caparaó. A orientação é para que a população que esteja próxima às áreas de risco fique em alerta.

Na Assembleia de Minas Gerais a nossa luta é para aprovar medidas de auxílio aos atingidos pelas chuvas em Minas Gerais, evitando novas mortes e novos desastres. Meu mandato está totalmente à disposição dos municípios, das trabalhadoras e dos trabalhadores atingidos. Nos próximos dias estarei em algumas cidades da região, escutando os moradores para ouvir as demandas nesse momento tão difícil.

Apresentamos também na Assembleia Projetos de Lei que reforçam nosso compromisso com a educação e com os mineiros nesse momento tão difícil.  Acesse a página da ALMG, opine no PL 1456/2020 e colabore com essa luta em defesa dos atingidos pelas chuvas em Minas Gerais.

Cataguases - Foto: Prefeitura/Divulgação
Juiz de Fora - Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Antônio Carlos — Foto: Redes Sociais/Reprodução
Espera Feliz - Foto: Redes Sociais
Ponte Nova - Foto: Redes Sociais
Ervália — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Recreio - Foto: Corpo de Bombeiros
Muriaé - foto: Prefeitura de Muriaé
Tabuleiro (Foto: Leni Silva)
São João del Rei - Foto: Redes Sociais/Reprodução
Tabuleiro - Foto: Prefeitura de Tabuleiros/Divulgação
Barbacena — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.