Betão cobra rota aérea direta entre a região Central e Zona da Mata mineira

Para deputado ligação é extremamente importante não só pela questão comercial, mas também pelo alto fluxo de passageiros

Imagine “encurtar” mais de 200 km e otimizar o tempo de viagem que hoje é de mais de 3 horas entre Belo Horizonte e Juiz de Fora? Pensando nos benefícios que a melhoria da infraestrutura entre as regiões pode trazer para o Estado e para os usuários, Betão apresentou, por meio da Comissão de Assuntos Municipais e Regionalização, um requerimento à empresa Nella Linhas Aéreas em Brasília, pedindo providências para que considere a requisição para operar voos diários entre as duas cidades. 

Inoperante há cerca de 2 anos a rota é fundamental para o desenvolvimento do comércio e do tráfego de passageiros.  Para Betão, que é natural de Juiz de Fora, Zona da Mata, e constantemente usa a BR-040 para ir e voltar para casa e para trabalhar, a implementação dos voos seria um avanço para quem faz o mesmo trajeto. Além disso, o deputado aponta ainda que há um desgaste não só do tempo de viagem mas também da estrada, já que alguns trechos se encontram em péssimas condições de tráfego. 

 “Estamos falando de um contexto de pandemia e em abril deste ano, 98% dos voos em Congonhas foram encerrados. Portanto pensar em abrir novas rotas viáveis, com demandas reais e que interligam duas regiões economicamente fortes é muito importante agora, para que retomemos a economia mineira”, avalia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.