Betão aciona Governo de Minas com denúncias sobre problemas no site que realiza o processo de designação de professores

Nosso mandato acionou, em caráter de urgência, a Secretaria de Estado de Educação e o Governo de Minas para que o problema seja resolvido antes do fim do processo seletivo, previsto para o dia 25

Mais um erro no ambiente digital está deixando os professores da rede estadual em Minas Gerais preocupados e com medo de perderem o processo de designação anunciado pela Secretaria de Estado de Educação, entre os dias 22 e 25 de fevereiro. Além de instabilidade na plataforma (https://www.see.processoseletivo2021.educacao.mg.gov.br), o domínio está com problemas por oferecer vagas que não são para a designação e sim de efetivos, além de ofertar oportunidades de cadastro que não existem e com horários que não estão disponíveis nas escolas estaduais.

Nosso mandato teve acesso a um grupo de professores de diferentes cidades mineiras,  alguns deles, por medo, não quiseram se identificar, mas todos têm a mesma reclamação: dificuldades em acessar e concluir o processo de designação e medo de perder as vagas escolhidas. A professora de História da cidade de Governador Valadares, que preferiu não divulgar seu nome, conta que o problema já foi relatado à Secretaria de Estado de Educação, mas que, até o momento, a instabilidade se mantém, o que preocupa a ela e as demais pessoas no grupo de professores, já que o processo de cadastro termina no próximo dia 25.

“A Secretaria disse que resolveria o problema, mas não resolveu. Na hora de acessar o site, há vagas que não estão disponíveis, e não tem informação se o cargo está vago. Ainda há o caso de vagas anunciadas até para cargos já efetivos. Outro problema é que não se fala se a vaga é para a substituição e nem a data de início e de término da designação. Precisamos de todas as informações corretas para que a gente não perca a vaga”, explicou afirmando que chegou a ligar para algumas escolas para tentar tirar as dúvidas, mas não conseguiu informações.

Preocupado com a situação, o deputado estadual Betão enviou um ofício à secretaria de Estado de Educação cobrando medidas urgentes sobre o problema.

“Em tempos remotos temos usado mais o meio digital, mas o governo Zema tem se mostrado ineficiente com a utilização dessas plataformas. Todo sistema que é lançado para cadastro no Estado vem apresentando problemas e o nosso pedido é para que, além do fato de a instabilidade ser reparada, o governo de Minas reveja o prazo para a designação dos professores em Minas Gerais, visto que alguns podem perder boas oportunidades em função de um erro do sistema”, afirma Betão, vice-presidente da Comissão de Educação da Assembleia.

Processo de designação durante a pandemia

Segundo informações divulgadas pela própria Secretaria de Estado de Educação, neste ano o processo de contratação temporária para o Quadro Administrativo e a convocação para o Quadro do Magistério será totalmente online em função da pandemia. O cadastro fica disponível até ás 17h do dia 25 de fevereiro no site www.see.processoseletivo2021.educacao.mg.gov.br e a previsão da divulgação do resultado da primeira etapa é no dia 3 de março, a partir das 13h.

Há vagas paras as seguintes funções: Professor de Educação Básica (PEB) Regente de Aulas, Regente de Turma, Eventual e Professor para o Ensino do Uso da Biblioteca/ Mediador de Leitura, Especialista em Educação Básica (EEB) e Inspetor Escolar (ANE-IE). Para a contração temporária participaram os candidatos inscritos para: Analista de Educação Básica (AEB), Assistente Técnico de Educação Básica (ATB) e Auxiliar de serviço de Educação Básica (ASB).

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.