Betão apresenta emendas ao Projeto de compensação do crime da Vale e valor poderá ser usado na recuperação e asfaltamento da LMG-871 entre Lima Duarte e Conceição do Ibitipoca

O deputado estadual Betão apresentou três emendas ao Projeto de Lei 2508/2021, que trata da compensação financeira da mineradora Vale pelo crime cometido em Brumadinho (2019), com o objetivo de que o recurso seja usado para melhorias de estradas fundamentais para o Estado. Uma delas é LMG-871 entre Lima Duarte e Conceição do Ibitipoca, melhoria que poderá viabilizar o turismo na região e melhorar as condições de acesso entre as duas cidades e o Parque Estadual de Ibitipoca.

Para a prefeita de Lima Duarte, Elenice Delgado do Partido dos Trabalhadores, essa obra é muito esperada, já que vai trazer desenvolvimento econômico e fomentar o turismo na região.

“Caso as emendas do deputado Betão sejam direcionadas para a LMG-871, entre Lima Duarte e Conceição do Ibitipoca, haverá um grande desenvolvimento na região”, explica.

Betão, que é morador da região e natural de Juiz de Fora, vê como urgente a melhoria de acesso os municípios.

“Nosso mandato sempre está na região ouvindo as demandas dos moradores e atento a essa necessidade não só de asfaltamento do trecho, que hoje é terra de chão, mas também no desenvolvimento de um projeto de turismo sustentável que envolva Lima Duarte e Conceição do Ibitipoca”, detalha.

“A pavimentação é algo importante, mas ela também tem que vir junto a um projeto maior ligado ao turismo, para que não haja demanda em excesso e que comprometa a sustentabilidade da região”, explica o vice-presidente da Associação de Moradores de Conceição de Ibitipoca, Fred Fonseca.

Lembrando que as emendas serão apresentadas e votadas em Plenário na semana que vem, e caso sejam aprovadas, passam a valer como complemento das ações previstas na destinação dos recursos do crime da Vale.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.