You are currently viewing Associação Arte e Vida de Artesanatos adquire veículo por meio de emenda destinada pelo deputado Betão para fomento à Cultura em Açucena

Associação Arte e Vida de Artesanatos adquire veículo por meio de emenda destinada pelo deputado Betão para fomento à Cultura em Açucena

Um veículo de 5 lugares, comprado por meio de emenda parlamentar destinada pelo deputado Betão (PT), vai ajudar a Arte e Vida Associação de Artesanatos, a melhorar a logística, potencializar a atuação e espalhar arte e Cultura pela cidade de Açucena e região.

Criada no ano de 2008, o local tem forte caráter social e agora, com um veículo específico, demanda da ex-prefeita da cidade, Darcira de Souza Pereira, será possível realizar mais e de forma melhor os eventos na cidade. Por isso, o diretor-presidente da Associação, Edilson Gonçalves Bento, comemora a vinda do recurso.

“Esse veículo representa uma conquista muito grande para a Arte Vida e Associados. Com certeza ajudará muito na nossas ações de geração e renda, no apoio aos nossos eventos e às manifestações culturais. Isso só reforça o compromisso do deputado estadual Betão com a nossa comunidade, no apoio e fomento ao desenvolvimento das nossas ações. É uma forma também de perpetuar a riquíssima cultura popular de nosso município.”

A Associação, sem fins lucrativos, realiza atividades de arte ligadas à educação, a venda de artesanatos e a projetos culturais em Açucena. No espaço, destinado à arte popular, atuam artesãos, artistas e mestres culturais de todo o município.

E não para por aí, um dos focos da Associação é também a geração de renda na produção de alimentos, artesanato e a preservação da cultura na região, lembrada pelo batuque, bumba meu boi, folias e músicas tradicionais.

Para Betão, que tem incentivado diversos projetos culturais em Minas, agora mais do que nunca esse recurso é essencial.

“O governo Zema cortou mais de 45% dos recursos em cultura e projetos sociais. No Brasil, Bolsonaro tem feito um verdadeiro desmonte do setor e recentemente a gente perdeu parte da história do país com o incêndio da Cinemateca. Por isso, nosso mandato tem dado uma atenção especial para o recurso que fomente e preserve a Cultura nos municípios”, detalha Betão.

Apesar de ser obrigação do Estado garantir um orçamento público destinado à cultura, entendemos que agora, mais do que nunca e por estarmos em uma pandemia, é necessário utilizar dos recursos provenientes das emendas parlamentares para assegurar melhorias aos municípios mineiros.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.