You are currently viewing SEMANA DA SUINOCULTURA – Betão apresenta Projeto de Lei que reconhece a criação do Porco Piau (primeira raça de suíno nativa do Brasil) como de interesse social e econômico

SEMANA DA SUINOCULTURA – Betão apresenta Projeto de Lei que reconhece a criação do Porco Piau (primeira raça de suíno nativa do Brasil) como de interesse social e econômico

Em reconhecimento à suinocultura que também será lembrada ao longo da semana, nosso mandato apresentou um Projeto de Lei para fortalecer a atividade, os produtores mineiros e a segurança alimentar e tradicional no Estado. 

O nosso Projeto é o 3.892/2022 e ele reconhece, como de interesse social e econômico a criação da raça Porco Piau, primeira raça de suíno nativa do Brasil com registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Nós decidimos abraçar essa causa por vários motivos e um deles é que a carne suína é de baixo custo, mas com grande valor agregado e isso ajuda a fortalecer a economia local.  

A raça tem também grande capacidade em resistir às variações de temperatura, à doenças e o mais importante: sua criação incentiva a agricultura familiar e a soberania alimentar.

Aqui na Zona da Mata a suinocultura e a criação do Porco Piau é referência para outros estados.  

A importância econômica e social dessa atividade vem recebendo, inclusive, apoio de vários projetos de extensão de universidades como da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais, da Articulação Nacional da Agroecologia, do Jardim Botânico de Juiz de Fora, da Embrapa e também do Instituto Federal campus Teófilo Otoni.

Esse é o nosso foco: melhorar as condições de criação do Porco Piau e incentivar a pesquisa na área da suinocultura, além de dar condições aos produtores mineiros de fortalecer a economia local. 

Por isso a gente precisa que esse PL se torne, o mais rápido, Lei em Minas Gerais. Vamos fortalecer essa atividade em Minas Gerais?

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.