Betão cobra providências urgentes do Governo de Minas sobre estrada em Guiricema em estado precário há mais de um ano

Se nada for feito em breve, via poderá desmoronar interrompendo trânsito entre cidades; Betão cobra início imediato de obras de reparação

Desde agosto do ano passado nosso mandato vem cobrando do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas e do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER-MG), a restruturação do trecho da MG-447, Rodovia Luiz Soares da Rocha, localizada entre as cidades de Visconde do Rio Branco e Guiricema que se encontra totalmente esburacada.

A estrada, assim como mostram as fotos, está não só com buracos mas também com uma cratera, que coloca em risco a vida dos motoristas e de quem precisa passar pelo local. “É preciso que o Governo de Minas dê total atenção à essa estrada, principalmente porque ela é a via de acesso a duas cidades importantes na região, e agora, em tempos de chuvas intensas, aumentam os riscos de mortes e acidentes”, afirma Betão lembrando que só na cidade de Guiricema há mais de 8 mil habitantes que precisam se deslocar pela via.

Apesar da cobrança e da gravidade da situação, o DEER-MG, em comunicado feito ao nosso mandato sobre a situação, forneceu uma resposta vaga que não levou em conta a dimensão do problema. “O DEER-MG tem executado periodicamente serviços de conservação rotineira na rodovia MG 447 entre os Municípios de Guiricema e Visconde do Rio Branco, de acordo com o cronograma de atividades da Unidade local e considerando os recursos orçamentários/financeiros disponibilizados”, disse em resposta por meio de Nota Técnica. O departamento alega ainda que o trecho da rodovia tem recebido periodicamente, serviços de conservação.

O vereador do Partido dos Trabalhadores da cidade de Guiricema, José Adilson, também encaminhou ao nosso mandato um novo pedido para reavaliação urgente da estrada, que hoje tem rompimento de tubulação e oferece perigo iminente de desmoronamento do restante da pista, o que causaria a interrupção completa do trânsito na região. 

“Próximo ao trevo há uma cratera há mais de um ano que traz risco a quem trafega, e agora em tempo de chuvas a situação piora muito. Solicitamos que as autoridades tomem as devidas providências para resolver esse problema que está sofrendo descaso há mais de um ano. Até quando isso vai continuar acontecendo, quando acontecer um acidente grave?”, desabafa.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.